Menu

Step Up your Game – Capítulo 15 – Lendo o seu oponente




Capítulo 15 - Lendo o seu oponente

Tradução por Caio "Nolan" PadoanLink para o artigo original

Revisão por Mário "Vegasz" Sogari



haverá momentos em que você enfrentará alguém completamente novo, e você não tem a informação de como se portar contra esse tipo de oponente.

Esta capítulo tratará do que você pode fazer para descobrir que tipo de oponente você está jogando contra.

Em um torneio nem todo mundo que você enfrentar será um top player, bom, mediano ou até mesmo um jogador ruim. Como você pode determinar qual tipo de jogador é o “Fulano de Tal”? Quando você pensa em um jogador excepcional, eles geralmente têm as seguintes qualidades:

  1. Ótima execução;
  2. Ótimos antiaéreos;
  3. O uso de Option Selects;
  4. Controle de espaço com footsies;
  5. Capacidade de distinguir entre frame traps e tech traps;
  6. Block strings firmes;
  7. Capacidade de confundir o oponente com opções de wake up.

Agora, nem todo participante de um torneio tem todas essas qualidades, e mesmo os jogadores medianos/bons terão por volta de metade dessa lista. Quando eu jogo contra alguém que eu não conheço, eu faço o seguinte para categorizá-la:

  1. Eles conseguem dar antiaéreo em pulos sorrateiros?
  2. Eles conseguem dar Option Select no meu wake up backdash?
  3. Quão bom é o seu jogo de footsies?
  4. Com qual frequência eles apertam botão ou dão backdash no wake up?
  5. Com qual frequência eles tomam a mesma frame trap?

Dependendo das respostas a essas perguntas eu posso determinar qual o tipo de estratégia eu devo usar - em termos de precisar respeitar o oponente ou simplesmente abusar das suas fraquezas.

Também, se o jogador se dá bem em relação ao ítem 5 acima, isso dará a ideia de que você tem que abordar a situação com mais paciência.

A maioria dos jogadores conseguem dar antiaéreo com decência, mas se eles não sabem como dar Option Select o jogar Footsies e você for superior nisso, a partida estará pendendo a seu favor.


Neste caso você não precisa se preocupar em ser 100% ofensivo, mas ao invés você pode jogar a uma distância média, a qual minimiza os riscos de você tomar coisas “aleatórias” por alguém que você acha que “não deveria te vencer”.

Eu jogo com o Rufus, que é um personagem muito ofensivo por conta dos seus dive kicks, mas a maneira que eu jogo com ele é diferente de como qualquer pessoa poderia imaginar.

Antes de ir com sede ao pote e pressionar o meu oponente com dive kicks e tick throws, eu fico no jogo neutro usando c.HK e s.MK e fazendo dive kicks bem baixos para controlar o espaço e ver se o meu oponente consegue reagir a isso e punir os meus dive kicks.

Depois de acertar o meu primeiro c.HK, eu ando até o meu oponente e vejo o que ele faz no wake up e com essa informação eu decido se eu posso aplicar pressão como um louco ou coletar mais dados antes de me comprometer a um plano de jogo.

Enquanto isso, eu garanto que a minha defesa seja excelente para informar ao meu oponente que eu posso dar antiaéreo quando necessário e jogar footsies melhor do que ele.

Você só deve se preocupar com detalhes maiores do jogo se o seu oponente se der bem nos 5 ítens dos testes que eu descrevi acima. Então a luta terá outros determinantes como match up, habilidade geral do jogador, e pequenos hábitos que você pode explorar.

Por exemplo: o meu mal hábito até o momento é que eu amo abusar do c.HK com o Rufus, mas certos jogadores se aproveitarão disso focando muito mais seus esforços no jogo neutro.

Todo jogador, mesmo que um top player, terá um mal hábito que é difícil de identificar, mas uma vez que você o identifica você pode tomar proveito da situação.

Mais importante, se vocês compreendem quais qualidades faltam a vocês como jogadores, foque nesses aspectos e os aperfeiçoem para que os jogadores tenham que respeitá-lo!


Comments

comments

No comments

Deixe uma resposta

Vídeo do dia!

Entrevista com a Galera